Seminário Internacional "O espanhol no contexto da integração latino-americana:

interculturalidade, diversidade linguística, políticas linguísticas e ensino" - UFBA, Brasil - 10-12 de julho 2019

 

Seminário Internacional "O espanhol no contexto da integração latino-americana:

interculturalidade, diversidade linguística, políticas linguísticas e ensino"

 

Universidade Federal da Bahia

Instituto de Letras 

Salvador, Bahia - Brasil

10 a 12 de julho de 2019

 

As línguas oficiais do seminário são português e espanhol.

 

O ensino de espanhol no Brasil toma grande impulso com a criação do Mercosul em 1991. A Tese Doutoral seminal de González (1994) abre um novo caminho de pesquisa e muda as perspectivas de ensino da língua no Brasil ao mostrar que as aparentes semelhanças podem gerar problemas e dificuldades para o aprendiz brasileiro, fato que deve ser muito bem observado pelo professor de espanhol.

 

Nesses mais de 25 anos de existência do Mercosul e profícuas discussões sobre o ensino de espanhol no Brasil, diversos trabalhos põem em discussão se o objetivo inicial do ensino da língua, o de viabilizar ou facilitar a integração latino-americana já que o Brasil é o único país que não fala espanhol, foi realmente atingido.

 

Diversos trabalhos nessa mesma linha já mostraram desde os anos 90 a incoerente preferência pela variedade espanhola (a madrilenha) no ensino da língua no Brasil dados os objetivos de integração regional (BUGEL, 1998; IRALA, 2004; BUGEL e SANTOS, 2010; ZOLIN-VESZ, 2013; SANTOS, 2016). Bugel (2012) faz um balanço do ensino das línguas oficiais do Mercosul em Buenos Aires e São Paulo e mostra que há uma assimetria nas duas cidades: enquanto na Argentina o ensino de português toma como referência o Brasil numa perspectiva de integração, no Brasil o ensino de espanhol toma como referência a Espanha ignorando a integração regional.

 

Em 2005, foi promulgada a lei 11.161, que institui a oferta obrigatória do espanhol nas escolas brasileiras, o que é um marco importante no contexto da integração. No entanto, em 2016, a lei foi revogada pela MP746, o que gera grandes impactos nas políticas em andamento até então.

 

Considerando a atual cenário, este seminário tem o interesse de discutir questões relacionadas ao ensino de espanhol no contexto da integração latino-americana, levantando problemas, buscando alternativas, propondo soluções, dialogando com especialistas no assunto a fim de que o objetivo inicial e justificador do ensino de espanhol no Brasil não se perca de vista.

 

Submissão de resumos até 15 de fevereiro de 2019.

Divulgação da avaliação até 15 de março de 2019.

 

Pagamento até 28 de fevereiro de 2019. 

Professores Universitários: R$100,00

Estudantes de Pós-Graduação: R$80,00

Graduados e Demais profissionais: R$60,00

Estudantes de Graduação: R$40,00 

 

 

Pagamento até 30 de abril de 2019.

Professores Universitários: R$140,00

Estudantes de Pós-Graduação: R$120,00

Graduados e Demais profissionais: R$100,00

Estudantes de Graduação: R$80,00

 

 

Inscrição como Ouvinte:

 

Valores até 15 de março de 2019: 

Público geral: R$ 40,00                                        

Estudantes de Graduação: R$20,00                                       

 

Valores a partir de 15 de março de 2019:

Público geral: R$ 60,00

Estudantes de Graduação: R$30,00

 

 

Mais info em: http://cfcpinto.wixsite.com/integracaoufba2019

 

 

Publicado: 24/10/18

 

**********************************